Miguel Herranz. Espanha. Ilustrador

http://freekhand.blogspot.com/

IMAGENS
 

Sempre desenhei e enchi diários gráficos, mas nunca lhes liguei muito. Um diário gráfico podia demorar a ser preenchido dois ou três anos. Não me lembro como comecei a trabalhar em Publicidade e Desenho Gráfico, mas de certeza que era uma fuga do desenho.

A alguns anos atrás deixei Madrid e fui viver para uma pequena cidade perto de Bolonha, em Itália, e este inesperado “abanão” colocou as coisas no seu devido lugar. Não me lembro quando recomecei a fazer ilustração, o certo é que foi preciso sair do meu país para encontrar o meu caminho. Agora vivo em Barcelona e parece-me que as coisas estão finalmente a tomar os seus devidos lugares, quem sabe?

Desenhar digitalmente, todos os dias, para viver, fez-me ter necessidade de tocar no papel e assim os meus desenhos no caderno tornaram-se mais frequentes. Comecei a acabar os meus diários gráficos mais rapidamente, criei um blogue para que as pessoas vissem o que desenho, inclusivamente comecei a procurar outros desenhadores e … encontrei-os!

Este monte de papel encadernado dentro do meu saco é um olho para ver para fora, uma boca para falar e gritar, uma porta para fugir para longe, mas também para voltar e olhar para dentro.